01/08/2011

AUSÊNCIA

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


Sophia de Mello Breyner Andresen

3 comentários:

Rute disse...

Adoro-a!

lampâda mervelha disse...

(foda-se)

pinguim disse...

Sophia sabia usar as palavras como ninguém.

 
Designed by Lena Header image by Vladstudio